Viagens e Experiências

Patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia no Oriente Médio

Publicado por
Thiago Abreu

Explore os ricos vestígios arqueológicos do Oriente Médio e descubra uma viagem pela história da humanidade. Neste artigo, vamos apresentar os principais patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia nessa região, que testemunham a grandiosidade das civilizações antigas.

Do Egito à Mesopotâmia, passando pela Pérsia e pela Ásia Menor, cada local possui sua história única e fascinante. Prepare-se para se maravilhar com templos imponentes, enormes cidades antigas e monumentos impressionantes. Venha conosco nesta jornada arqueológica pelo Oriente Médio!

Templo de Karnak

Localizado no Egito, o Templo de Karnak é um impressionante complexo de templos e santuários antigos. Construído há mais de 4.000 anos, ele é um dos patrimônios da UNESCO mais notáveis relacionados à arqueologia no Oriente Médio.

O templo é um testemunho impressionante do poder e da grandiosidade do Antigo Egito. Sua construção começou no reinado do faraó Senusret I e continuou por vários outros faraós ao longo dos séculos. O templo era dedicado ao deus Amon-Rá, considerado um dos deuses mais importantes do panteão egípcio.

O complexo de Karnak é formado por vários templos, obeliscos, santuários e pilares monumentais. Uma das estruturas mais impressionantes é o salão hipostilo, com suas colunas gigantes esculpidas com hieróglifos e relevos. O local também abriga o Lago Sagrado, onde os rituais de purificação eram realizados.

Cidade Antiga de Petra

A Cidade Antiga de Petra, localizada no sul da Jordânia, é um dos patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia no Oriente Médio que você não pode deixar de visitar. Também conhecida como “A Cidade Rosa”, Petra é famosa por suas impressionantes construções esculpidas nas rochas e pela sua rica história.

Petra foi fundada há mais de 2.000 anos pelos nabateus, antigo povo árabe que dominava a região. Suas construções surpreendentes, como o famoso Tesouro (ou Al-Khazneh), o Monastério (ou Ad-Deir) e o Teatro Romano, são exemplos da habilidade e engenhosidade dos nabateus.

Para explorar a Cidade Antiga de Petra, você pode percorrer suas estreitas passagens, conhecidas como Siq, até chegar ao Tesouro, a construção mais icônica do local. Não deixe de admirar os detalhes esculpidos nas rochas e apreciar a grandiosidade da arquitetura nabateia.

A riqueza cultural e histórica de Petra fez com que fosse considerada Patrimônio Mundial da UNESCO em 1985. Além de admirar as construções antigas, você também pode fazer trilhas pela região, explorar a paisagem deslumbrante e aprender mais sobre a cultura e tradições dos nabateus no Museu Arqueológico de Petra.

Visitar a Cidade Antiga de Petra é como fazer uma viagem no tempo e se conectar com a história milenar do Oriente Médio. Prepare-se para se maravilhar com sua beleza arquitetônica e imergir em um passado fascinante.

Museu Nacional do Iraque

Localizado na capital Baghdad, o Museu Nacional do Iraque é um dos mais importantes patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia no Oriente Médio. Fundado em 1926, o museu abriga uma vasta coleção de artefatos históricos que contam a rica história da região.

O museu foi palco de eventos trágicos durante a Guerra do Iraque em 2003, quando diversas peças foram saqueadas e danificadas. No entanto, esforços de restauração e recuperação têm sido feitos desde então para preservar e proteger essa importante herança cultural.

No Museu Nacional do Iraque, os visitantes podem admirar uma variedade de objetos, incluindo esculturas, cerâmicas, jóias, moedas e artefatos arqueológicos de civilizações antigas como os sumérios, babilônios, assírios e persas.

Entre as peças mais famosas estão a “Cabeça de Warka”, uma escultura suméria de aproximadamente 5 mil anos, e a “Lira de Ur”, um instrumento musical encontrado em um dos túmulos da cidade antiga de Ur.

Além disso, o museu também abriga uma rica coleção de manuscritos raros, documentos históricos e objetos relacionados à cultura árabe e islâmica.

A visita ao Museu Nacional do Iraque é uma oportunidade única para conhecer de perto a história e a cultura da região do Oriente Médio, repletas de tesouros e relíquias que remontam a civilizações antigas.

Cidade Antiga de Ur

A Cidade Antiga de Ur é um dos incríveis patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia no Oriente Médio. Localizada no sul do atual Iraque, Ur foi uma das cidades mais importantes da Mesopotâmia. Seu apogeu ocorreu há mais de 4.000 anos, durante o período sumério.

Ur era conhecida por seus magníficos templos e palácios, bem como por sua avançada engenharia e arte. Esta antiga cidade foi o lar do famoso Zigurate de Ur, um imponente templo escalonado dedicado ao deus da lua, Nanna. A estrutura foi construída com tijolos de barro e possuía um grande significado religioso para os sumérios.

Além do Zigurate, a Cidade Antiga de Ur também abriga tumbas reais, como a Tumba Real de Ur, que foi descoberta em 1927. Essa descoberta arqueológica revelou inúmeras informações sobre a vida na antiga Mesopotâmia, incluindo artefatos preciosos, joias e até mesmo os restos mortais de governantes sumérios.

Principais características da Cidade Antiga de Ur:

  • O Zigurate de Ur, um antigo templo dedicado ao deus da lua;
  • Tumbas reais, como a Tumba Real de Ur;
  • Artefatos preciosos e joias encontrados nas escavações arqueológicas.

A Cidade Antiga de Ur é um verdadeiro tesouro histórico e oferece aos visitantes a oportunidade de explorar uma das civilizações mais antigas do mundo. Ao percorrer as ruínas e admirar a magnificência dos templos e palácios, é possível se transportar de volta no tempo e imaginar como era a vida nessa antiga cidade suméria. Certamente, uma visita a Ur é uma experiência inesquecível para os amantes da arqueologia e da história.

Patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia no Oriente Médio

E assim por diante…

Oriente Médio é uma região repleta de história e rica em patrimônios culturais. Além dos locais mencionados anteriormente, existem diversos outros patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia que valem a pena ser visitados. A seguir, apresentamos mais alguns lugares incríveis que fazem parte desse legado histórico:

  • Hatra, no Iraque: esta cidade antiga foi construída no século III a.C. e já foi um importante centro comercial da região. Suas impressionantes muralhas e monumentos são testemunhas da rica cultura mesopotâmica.
  • Qal’at al-Bahrain, no Bahrein: esse sítio arqueológico está localizado em uma colina artificial, protegida por suas muralhas. Lá, é possível explorar antigos templos, casas e túmulos, que revelam a história da antiga civilização de Dilmun.
  • Anjar, no Líbano: essa cidade construída pelo califa Omíada no início do século VIII é conhecida por sua arquitetura única, que combina elementos orientais e ocidentais. As ruínas de Anjar são um importante testemunho do período islâmico na região.

Esses são apenas alguns exemplos dos inúmeros patrimônios da UNESCO relacionados à arqueologia no Oriente Médio. Cada um desses locais guarda segredos e histórias fascinantes que nos transportam para tempos passados. Não deixe de incluir algumas dessas joias arqueológicas em seu roteiro de viagem pela região!

Deixe sua opinião sobre este artigo!

Compartilhe este conteúdo

Veja mais por aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu